BUSCA
PROCURE O MELHOR PARA O SEU EVENTO
F I T
Marcelo D2

Marcelo D2 surgiu na música brasileira em 1995, com o disco de estréia do Planet Hemp, “Usuário”. Uma estréia que mostrou pela primeira vez as virtudes de um autêntico hip hop made in Brasil. O som era pesado, cercado de brasilidade, carioquice e com letras que discutiam a apologia das drogas. O segundo CD, “Os Cães Ladram mas a Caravana Não Pára”, de 1997 já tinha uma temática mais abrangente, com uma visão social do Rio de Janeiro, das chacinas e da polícia. O disco também já sinalizava novos rumos. Em “Hip Hop Rio”, por exemplo, D2 canta “Sou do samba/ Sou do reggae/ Sou do soul/ Mas também sou do hip hop”. Há ainda a bossa nova que antecede “100% hardcore” e a regravação de “Nega do Cabelo Duro”. O cerco sobre a temática hemp foi se fechando. O Planet chegou a ficar encarcerado por uma semana em Brasília.1

Em 1998, Marcelo deu um tempo do grupo com “Eu Tiro É Onda”, mostrando a na mistura de samba e hip-hop. Esta fusão, porém, só seria reconhecida e consagrada em 2003, com o lançamento de “A Procura da Batida Perfeita”, primeiro álbum de D2 em carreira solo. Entre os dois discos solo de D2, o Planet Hemp ainda lançou, em 2000, “A Invasão do Sagaz Homem Fumaça” e um “MTV ao Vivo: Planet Hemp”, em 2001. Em 2004, D2 lançou mais um projeto de sucesso, o CD e DVD Acústico MTV. Seu terceiro disco solo, “Meu Samba É Assim”, de letras autobiográficas, tem além do samba e do hip hop uma diversidade de influências de diferentes vertentes do rap.

Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, cujo resultado colocou Marcelo D2 em 73° lugar.

CONTRATE


contato@palcodeeventos.com.br
+ 55 (11) 4301-6232
F I T
BUSCA
PROCURE O MELHOR PARA O SEU EVENTO
NEWSLETTER
CADASTRE SEU E-MAIL PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS